Notícias


LOTAÇÃO ESGOTADA EM LONDRES


Bergand by Gulbena – Confecções Lança – Consifex – Custoitex – Elmate – Empresa Têxtil Nortenha – Engraved – Faria da CostaFitexarIntecol – Lopes & Carvalho – My Shirt - NordStark – Picos – Ruanjo – Teamstone – TMR Fashion Clothing – Vandoma – são as 18 empresas portuguesas que voam até Londres, com o apoio da Associação Selectiva Moda, para mais uma edição da Fashion SVP, onde a presença portuguesa bate um novo recorde com um total de 22 empresas. 

Na sua segunda participação, a Confecções Lança considera que este é um certame importante, sobretudo «para empresas como a nossa que se dedicam fundamentalmente ao private label». Fatos, casacos, calças, sobretudos, parkas, são alguns dos produtos em destaque. «Esperamos poder encontrar mais alguns novos clientes, á semelhança da edição ano anterior», indica Luís Filipe Pereira, area sales manager da empresa.

Especialista em malhas, a Elmate estreia-se nesta edição na Fashion SVP. Para Sara Silva, a escolha deste certame deve-se ao facto de «ter um público interessante e diversificado. Pretendemos angariar novos clientes e aumentar a nossa visibilidade. Não temos marca própria, esperamos expor os nossos produtos e serviços às várias marcas que visitarão a feira».

Também a fazer a sua estreia em Londres, a Engraved tem boas expectativas e espera angaria novos clientes. «Escolhemos este mercado pois queremos dar-nos a conhecer às excelentes marcas que visitam a feira especificamente porque nos foi recomendada como sendo uma feira específica para confeccionadores. Vamos apresentar-nos como confeccionadores, levando peças que já produzimos e em que somos fortes», explica Júlia Soares. 

«Intensificar o volume para este mercado» é o principal objectivo da Têxtil António Falcão, que irá apresentar na Fashion SVP a sua marca Maggiolly. Meias e collants de senhora e criança, fios em poliamida e polyester, são os principais destaques em exposição. «Esta será a nossa primeira participação, queremos divulgar a nossa empresa e produtos, assim como estabelecer contatos com potenciais clientes», refere Sisandra Coelho, comercial manager da empresa.

Outra estreante com o apoio da Associação Selectiva Moda é a Intecol, produtora de meias e collants, que pretende com esta presença reforçar o seu posicionamento neste mercado. «O mercado do Reino Unido assume já bastante relevância no volume de faturação da INTECOL. Apesar de a INTECOL ter uma marca própria – a LADY SUZY – opta pela estratégia de se apresentar no mercado como um fornecedor de private label pois tradicionalmente no mercado do Reino Unido estão presentes todas as grandes marcas de moda internacionais que procuram fornecedores para produção sob a sua insígnia. Com esta participação, a INTECOL pretende reforçar o seu posicionamento no mercado do Reino Unido, prosseguindo com a sua estratégia de crescimento», indica Célia Macedo, administradora da empresa. 

Na sua segunda participação a Nordstark destaca seus protótipos mais virados para a moda e athleisure, esta última com um forte crescimento no mercado britânico. A coleção irá ser experimental e criativa, dando realce a todos os diferentes pormenores, com a utilização das diferentes técnicas que dispõem. «A presença da Nordstark na Fashion SVP vai de encontro à estratégia delineada para o futuro da empresa, vocacionada mais para moda, e sendo esta feira uma das maiores montras de exposição para a indústria em questão, é uma oportunidade para expor novidades e descobrir as novas tendências do segmento. As nossas expectativas para esta participação são positivas, dada a estratégia que temos desenvolvido de aposta no mercado externo. O grande objetivo passa por cimentar a nossa presença, dando a conhecer todas as técnicas e capacidades que a empresa possuí, de forma a consolidar os parceiros existentes e a angariar novos clientes», explica André Dias, communication & design da marca. 

Também na lista de estreantes, a TMR Fashion Clothing escolhe este certame «por ser das poucas feiras de sourcing de vestuário a nível Europeu e também por se realizar em Londres, uma das capitais da moda», revela Miguel Máximo, quality manager da marca. Em exposição estará a coleção SS18 que se destaca pelo design de nível internacional aliado ao saber fazer tradicional Português. «Esta será a nossa primeira participação nesta feira e as expectativas são boas pois conhecemos bem o mercado Inglês e acreditamos que a nossa coleção SS 18 irá reunir bastante atenção dos visitantes, o que nos permitirá estabelecer contatos e idealmente converter parte deles em oportunidades de negócios», acrescenta. 

Estarão também presentes 4 empresas portuguesas: Dielmar – Lightwear – Orfama e Riverst.

A participação destas 18 empresas portuguesas na Fashion SVP, é uma ação do From Portugal 2017, uma iniciativa promovida pela Selectiva Moda e pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto From Portugal 2017 é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 12.422.824,75 €, dos quais 6.815.741,00 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. 



[Ver todas as notícias]


« voltar

Adicione aos favoritos
Recomende este site
Política de Privacidade e Segurança
Perguntas Frequentes