Notícias


MUNIQUE: DOS TECIDOS E DA CONFEÇÃO


O certame alemão é um dos mais prestigiados salões internacionais e onde marcam presença dos principais players do mercado, sendo por isso um evento de presença obrigatória. Esta edição conta com algumas novidades, nomeadamente a realização de uma nova feira em simultâneo, a Munich Apparel Source Fair, onde estarão presentes 8 empresas portuguesas, 5 das quais contam com o apoio da Associação Selectiva Moda. As duas feiras estão a uma distância física de 5 minutos e terão uma ligação via shuttle bus permanente. Destinado a empresas de confeção de vestuário e acessórios de moda que trabalham em private label, o certame contará nesta sua 1ª edição com cerca de 200 empresas expositoras.

«Este novo certame de sourcing surge para preencher uma lacuna, uma vez que os visitantes para além dos tecidos, procuram também uma solução de private label. No fundo esta nova feira vem acompanhar esta tendência. Em termos de expositores a adesão superou as expectativas», revela Tânia Barros, representante oficial da feira Munich Fabric Start em Portugal. «É de salientar o destaque dado à presença portuguesa neste novo certame, quer em termos de localização na feira, quer a nível da imprensa internacional, o que confirma a excelente reputação dos produtos e serviços made-in Portugal», acrescenta. 

A.Sampaio & Filhos – Albano Morgado – Conquista Desfile Acessórios de Moda – Familitex – Imprimis by Gulbena – J. Areal – J&F João&Feliciano – Luís Azevedo & Filhos – M.M.R.A. – Sanmartin – Sidónios Malhas – Texser – são as 12 empresas que integram a comitiva portuguesa apoiada pela Selectiva Moda na Munich Fabric Start. Também com o apoio da Associação Selectiva Moda, mas na Munich Apparel Source Fair estarão 5 empresas: Bergand by Gulbena – Consifex – Fepratex – Filaments – Lopes & Carvalho. 

Na sua 6ª participação, a Familitex apresenta a sua coleção para o outono/inverno 2018/19, com destaque para as linhas Premium, natural, Fashion e Sportive. «O mercado alemão já é um dos principais mercados para o qual temos vindo a exportar. A presença nesta edição visa apresentar a nova coleção aos clientes habituais e angariar novos clientes. Solidificar a nossa presença no mercado alemão e aumentar o número de encomendas, são os nossos principais objectivos», explica Paula Oliveira, international sales department. 

Para José António Ferreira, director de exportação da Texser, este é um certame de referência e com uma grande importância «a Munich Fabric Start é um dos principais veículos para apresentarmos a empresa, os nossos tecidos e estabelecermos novos contactos na Alemanha». Em destaque estarão as flanelas, com acabamentos diferenciadores, que constituem os principais eixos da coleção outono/inverno da Têxtil Serzedelo. «A consolidação do trabalho desenvolvido em parceria com clientes locais leva-nos a concluir que estamos no caminho certo para o aumento da nossa quota de mercado neste país», acrescenta.

A empresa portuguesa Filaments – Textile Experts faz a sua estreia, naquela que também é a primeira edição do certame Munich Apparel Source Fair e tem «expectativas definitivamente elevadas», tendo em conta que, afirma António Duarte «Portugal está na moda e nós adoramos estar na Moda, portanto estão reunidas as condições para que sejam três dias magníficos. Apenas produzimos para o mercado private label, portanto queremos dar-nos a conhecer aos visitantes anunciar as suas mais-valias, partilhar a performance e a paixão pela moda e endereçar a maior quantidade de convites possível aos potenciais compradores para que visitem Portugal e conheçam o nosso bem saber fazer e o nosso bem receber». 

Especial destaque também para o Fórum de Tendências From Portugal, da responsabilidade do gabinete de moda do Citeve, liderado por Teresa Pereira. Um espaço onde serão desvendadas as principais tedências made-in Portugal para a próxima estação fria. 
 
Estarão ainda presentes na Munich Fabric Start 8 empresas portuguesas: Gierlings Velpor – Paulo de Oliveira – Penteadora – Riopele Têxteis – Somelos Tecidos – Teias de Lona – Tessimax Lanifício – TMG Textiles. Por seu lado, na Munich Apparel Source Fair, estarão ainda presentes 3 empresas nacionais: JTrade – S.M. Senra – Top Trends.

A participação destas 17 empresas portuguesas na Munich Fabric Start e Munich Apparel Source Fair, é uma ação do From Portugal 2017, uma iniciativa promovida pela Selectiva Moda e pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto From Portugal 2017 é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 12.422.824,75 €, dos quais 6.815.741,00 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. 



[Ver todas as notícias]


« voltar

Adicione aos favoritos
Recomende este site
Política de Privacidade e Segurança
Perguntas Frequentes