Notícias


FORTE REPRESENTAÇÃO LUSA NA TECHTEXTIL


A primeira participação portuguesa neste certame data de 2005, uma iniciativa levada a cabo pela Associação Selectiva Moda e que desde então tem vindo a crescer de edição para edição. A Techtextil Frankfurt é uma importante montra, uma feira de referência e de presença obrigatória para as empresas da inovação têxtil made-in Portugal.

Com mais de 1300 expositores de 52 países e cerca de 28 mil visitantes de 102 países diferentes, esta é a maior plataforma internacional para os utilizadores e fabricantes de têxteis técnicos e não tecidos. 

Nesta edição, a inovação têxtil made-in Portugal estará representada por 13 empresas: A.Sampaio & Filhos, Artefita, Carlom, Coltec, Fitexar, Fitor, Foot By Foot, Gulbena, Heliotextil, Idepa, Lipaco, Tintex e Wtex - Textile Solutions, Lda., que contam com o apoio da Associação Selectiva Moda no âmbito do projecto de internacionalização From Portugal.

O CITEVE marcará uma vez mais presença naquela que é considerada a feira mais importante na área dos Têxteis Técnicos. Segundo o director do Citeve, Braz Costa, «esta edição da Techtextil junta um grupo significativo de empresas nacionais com uma oferta extremamente abrangente, desde a engenharia e desenvolvimento até à produção de produtos de muito alta tecnicidade destinados a mercados exigentes como o do automóvel, da proteção e segurança e do desporto. Esta feira abrange as mais importantes áreas de aplicação de têxteis técnicos, nomeadamente aquelas que vêm sendo apostas do Centro: a Mobilidade, o Habitat, o Desporto, a Saúde e a Proteção Individual. É assim uma oportunidade para reforçar o seu posicionamento, como Centro de Interface Tecnológico de referencia no cenário internacional».

Na sua estreia com a Selectiva Moda, a Carlom Têxteis apresenta nesta edição malhas tridimensionais, piquets e malhas técnicas fabricadas em poliéster. «Esta é uma feira de têxteis técnicos, onde estamos inseridos, nomeadamente no sector automóvel, pretendemos reforçar a nossa posição e imagem no mercado», explica Mário Diniz.

Presença habitual neste certame, a Coltec concretiza a sua 6ª participação nesta edição. Em destaque estarão novos produtos à base de filmes e membranas laminados, em diferentes substratos têxteis e uma nova gama de produtos revestidos. Francisco Fernandes, director técnico da Coltec, mostra-se optimista relativamente a esta edição «como os certames anteriores decorreram num clima menos favorável do ponto de vista económico, esperamos que a presente edição seja mais propícia no desenvolvimento de novos negócios».       

Presença assídua desde 2009, a Fitor irá nesta edição «dar especial enfâse à nossa coleção de estampados em fio, a uma nova coleção de fios termorreguladores e aplicações em fibras de vidro para o sector têxtil», revela António Pereira, ceo da empresa. Sendo esta uma feira de referência no âmbito dos produtos inovadores «constitui presença obrigatória para as empresas líderes em inovação têxtil como é o caso da Fitor. As nossas expectativas são elevadas, em termos de angariação de novos clientes e de aumento do grau de penetração nos actuais clientes. O mercado está à procura de produtos inovadores e nós esperamos corresponder», acrescenta.

Também presença assídua, a Gulbena apresenta-se nesta edição não só como fabricantes de malhas funcionais, mas também como produtor de peça confeccionada. «Pretendemos consolidar a nossa posição no mercado e angariar clientes para a peça confeccionada», sublinha Raquel Pereira.

Fitas personalizadas, fitas com fivela, fitas elásticas, fitas de algodão, fitas de polipropileno e fitas de poliéster, são os principais destaques levados pela Idepa até Frankfurt, também uma “habitué” desta feira. «Procuramos cada vez mais mercados onde a performance do produto a apresentar exija um know how específico. O nosso conhecimento é essencial», refere Yesica Filipe, do departamento de marketing da empresa.

Para a Lipaco, empresa que concretiza a sua 4ª participação nesta edição da Techtextil, este é um certame de presença obrigatória, quer pela importância do mercado alemão, quer pela diversidade de clientes que o visitam. «Para esta edição, destacamos novos acabamentos funcionais em fios de polyester texturizado e linhas de coser ignífugas (meta aramida) para vestuário de segurança, assim como toda a nossa gama que estará em exposição. Rever clientes e continuar a divulgar a nossa empresa e os nossos produtos no mercado global, são as nossas expectativas», explica Jorge Pereira, ceo da empresa.

Performance, sustentabilidade e moda, são conceitos que materializam a identidade da estreante Tintex. «Consideramos esta feira um dos espaços naturais para a apresentação da nossa oferta. Correspondemos em termos de inovação e performance, surpreendemos pela abordagem sustentável e moda do produto. A nossa presença na feira será visível não só no espaço expositivo, mas também no Apparel Innovation Fashion Show, uma vez que  a TINTEX apoia os alunos de Design de Moda da  ESAD, a escola seleccionada para representar  Portugal, neste Concurso», explica Mário Jorge Silva, ceo da empresa. Na sua estreia, a empresa portuguesa destaca produtos de revestimentos e especialmente a linha dos CORK COATING – produtos com base natural e revestidos com desperdício pós industrial de cortiça. «Um destes produtos ganhou o HIGHTEX AWARD promovido pela Munich Fabric Start no passado mês de Janeiro». Destaque ainda para a linha dos interactivos  Thermosensitive e UV Sensitive, bem como, para a linha de tecidos funcionais em composições que têm por base fibras recicladas e ou orgânicas, ou sujeitos a tingimentos com extractos naturais – COLORAU.  «Produtos Tintex com performance, mas desenhados para os novos consumidores conscientes», acrescenta.

O projeto "Fashion From Portugal", da ATP - Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, destinado a promover a imagem da indústria têxtil e vestuário portuguesa de forma mais valorizada à escala internacional, irá oferecer um cocktail no dia 9 de maio, pelas 13h30.
 
A participação destas 13 empresas portuguesas na Techtextil Frankfurt, é uma ação do From Portugal 2017, uma iniciativa promovida pela Selectiva Moda e pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto From Portugal 2017 é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 12.422.824,75 €, dos quais 6.815.741,00 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. 



[Ver todas as notícias]


« voltar

Adicione aos favoritos
Recomende este site
Política de Privacidade e Segurança
Perguntas Frequentes